quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Amiga colorida molhadinha...


Amiga colorida molhadinha...

Arapongas, 02/01/2013 20:19

Eu a abracei junto ao meu coração, apertando-a contra meu peito
De leve acariciei seus cabelos e beijei seu rosto, várias vezes várias vezes com vontade
Ela serenamente olhando para mim e me beijando também, de maneira sucinta
Eu a beijava com carinho, beijava-a com toda a vontade que eu tinha em minha mocidade

Eu apenas queria deixa-la mais feliz, mas resolvi a aperta-la mais forte em pensar
E ela resolver, meus lábios beijar... E a chuva caia sobre nossas cabeças enquanto
Eu estava a apertar seu corpo suave, macio e delicado beijando selvagenmente seu pescoço
Sem querer parar, desfrutava cada centímetro de sentimento que trasbordava de seu rosto santo

Eu a beijava com vontade, enquanto a chuva caía
Apertava todas as partes de seu corpo molhada pela chuva que caia em nossas cabeças
Esporadicamente ela me apertava e beijava meu pescoço nesta chuva que caía só para nós
No meio da praça, quando não havia ninguém olhando, fazíamos coisas meigas e travessas

Ela é minha amiga
A única que eu tenho para poder desfrutar de todo prazer do corpo feminino
Empresto meu carinho, meu caráter, meu colo, meu abraço, minha parceria
Ela me retribui com seu carinho, sua vontade reprimida, o calor de seu corpo
Sua boca percorrendo meu pescoço, é a melhor lucro que nesta amizade, eu teria

Helder Henrique do Nascimento Peres  20:27