segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Adeus, Ano Velho


Adeus, Ano Velho
Arapongas, 31 de Dezembro de 2012 20:49

E este ano que antes era novo, novinho em folha como meu caderno
Que antes era prometedor como aquela falsa jura de amor eterno
Que era brilhante e cheio de esperança como meu console da atual geração
Que causava expectativa nas pessoas que estavam todas de branco nesta nação

Esse ano novo, de dois mil e dose que agora estamos dando adeus
Nunca mais voltará para revivermos alguma coisa que se passou em sua esfera de tempo
Neste ano de dois mil e doze eu conheci muitas pessoas, ganhei e perdi várias coisas
Neste ano de dois mil e doze, fiz muitas coisas e deixei de fazer algo que contemplo

Este ano novo, que agora já está velho em o mesmo destino que o ano novo terá
Quando dois mil e treze estiver no dia trinta e um de dezembro, ele não mais será novo
Será um ano velho, assim como este... Então, por que desejar feliz ano novo se ele ficará velho?
O que nunca pode ficar velho é a minha vontade de vencer e sorrir para o meu povo

Adeus dois mil e doze, adeus.
Nunca mais nesta parte do mundo haverá outro ano de dois mil e doze
Nunca mais...
Por isso lhe digo adeus, e tanto faz

Helder Henrique do Nascimento Peres 21:03






terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Então.... Feliz Natal


Então.... Feliz Natal
Arapongas, 25 de Dezembro de 2012 23:08

Eu queria desejar a todos os leitores de poesias românticas um feliz natal
Que todas as coisas boas que vocês sonharam possam se realizar neste dia
Que não aconteçam em suas famílias e amigos nenhum tipo de perigo, doença e mal
Que vocês possam receber a benção de Deus e não uma simples poesia

Digo um feliz aniversário ao senhor Jesus Cristo
Que nasceu hoje, para morrer no domingo de páscoa
Que morreu em uma morte de cruz, para salvar-nos do pecado
Pagando um alto preço, tudo por ter-nos amado

Mesmo que a minha alegria se derreta com esse calor
Peço por favor que se lembre de mim
Um infeliz poeta que...
Se despede de todos , com um feliz natal assim...

Helder Henrique do Nascimento Peres 23:12

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Um novo começo


Um novo começo
Londrina, 3 de Dezembro de 2012 09:05

Obrigado meu Deus por mais esse dia de vida
Obrigado por eu estar vivo mais essa manhã
Estou aqui lhe agradecendo de maneira aberta
Com todo o meu coração e minha mente sã

Senhor, estou aqui para glorificar sua bondade para comigo
Por me dar forças para caminhar por mais um dia
Peço-te que cuide de mim, dos meus entes queridos, da minha irmã e meu amigo
Que preencha minha alma com seu propósito e que retire de mim a existência vazia

Quero minha vida ter força e sabedoria para resistir a tentação
Quero ser ter em meu peito a sensação de estar de bem vida
Quero poder servir a sua causa, seguir a tua palavra sem retenção
Quero estar em paz, e ter a paz de Jesus para compartilhar de maneira parecida

Gostaria de pedir a Deus que perdoasse meus pecados
Todos aqueles em que me lembro e os que não quero falar
Peço a Deus que me perdoe e não me deixe mais repeti-los
Confesso a ti todos os meus erros, pois não os quero a me assolar

Peço a Ti que todo o dia, ó meu Senhor Deus
Que me permita ter o olhar de sua filha mais linda e amorosa
Que isso seja todo o dia a minha recompensa e viver em sua criação
Fazendo de meu viver sua obra e reflexo de sua glória contada em uma prosa

Helder Henrique do Nascimento Peres  09:42





quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Parceira


Parceira
Arapongas, 21/11/2012 20:29

Minha parceira
Tem todo o charme que eu procuro em uma fêmea
É cordial, educada, carinhosa e amorosa até no respirar
Pensa em me ajudar a construir um lar, mas tem uma atitude boêmia

Minha parceira
Tem um perfume que infelizmente, não sei o nome
Mas guardo no meu coração apenas para ativar meus sentimentos
Que instantaneamente se ativam para saciar, do seu amor, a fome

Minha parceira
Não sabe o quanto eu a admiro apenas por ela existir
Por ficar tímida quando me abraça com todo o seu amor
Que ao me ver faz o ato simples e puro de amorosamente sorrir

Minha parceira
Sempre aceita meus abraços e caricias de bom grado
Tudo o que ela quer é que eu não canse dela
E é por isso que eu sou seu único e mais fiel namorado

Minha parceira
Sacia-me com seu abraço longo e demorado que me faz sentir todo sentimento
E em troca, ela gosta que eu mexa no cabelo dela mas, sem bagunçar
Só para saber que ela dará a este romance seu auge e seu nascimento

Minha parceira
Tem todo o meu amor a sua disposição, e ao seu rosto
Tudo o que ela não quer é ser mandada e se sentir presa
E o que eu não quero é deixar de sentir o seu suave e delicado gosto

Minha parceira
Pode não ligar para meus 1,87 de altura, meus cabelos negros e olhos castanhos , mente,
Perna definida, livros de poesias, sotaque americano, canal de dublagens e habilidade de negócios
Ela só admira minha confiança, mas nunca parou para pensar exatamente

Minha parceira
Doa todo o amor que eu dou a ela da mesma maneira que ela faz o mesmo
Seu corpo juvenil e jamais tocado ela somente irá comigo compartilhar
Quando confiasse que eu nunca mais fosse , ela deixar

Helder Henrique do Nascimento Peres 20:56

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

O seu rosto de moça meiga


O seu rosto de moça meiga
Arapongas, 16/11/2012 17:17

Eu vejo seu semblante de moça frágil carregando sua bolsa
Sua sai comprida e seus óculos redondos sugerem uma moça frágil
Mas eu vejo a força de sua vontade, seu olhar de mocinha delicada
E quero estar ao seu lado para carregar os livros que devem pesar uma tonelada

Suas pequenas e quase imperceptíveis sardinhas embaixo do óculos não lhe deixam feia
Seu jeito vergonhoso de educado, se parece com o meu mas eu já superei a timidez
Seu colete bordado, com rendas que não sei do que é, só me diz que você é uma moça fofa
Uma moça magrinha, delicada, frágil, estudiosa e fofinha que tenho sorte de ter conhecido uma vez

Quando te vejo em seu balcão, ajeitando todos os livros que você pegou
Eu seguro suas mãos e bato palmas com elas para lá e paca cá
Te pergunto se tem algum problema, se não se importa o ficaria brava
E você diz que confia em mim e percebo que melhor sensação não há

Vejo você quase não aguentando o peso da sua bolsa
Te ajudo a carregar, e te abraço rodando você de leve, da esquerda para direita
Encosto sua cabeça em meu ombro e acaricio seus cabelos curtos
E percebo o quando você é magrinha, frágil, macia e perfeita

Acompanho-lhe para sua casa, ajudando com a sua bolsa pesada
Apenas olhando os seus olhos e vendo o seu sorrido meigo que não para
Apertando-lhe contra o meu peito ocasionalmente e te chamando de fofinha
Eu não consigo esconder meu sentimento e minha euforia de ter achado uma moça tão rara

Mas eu não sei o que você sente de mim, apesar da confia que me depositou
Encosto minha mão na sua, esperando uma resposta ou uma ação
Toco em seus dedos e tento adivinhar o que você pensou
Não posso fazer nada, só segurar sua mão e colocá-la no meu coração

Quando vejo você comendo um sorvete, pego a colher e tiro um pedaço
Peço para que abra sua boquinha, e coloco de leve uma colherada
Quando você menos espera te beijo na testa e te acaricio do nada
E me pergunto se sente-se amada ou mais uma garota abusada?

Apenas sei que a confiança que você depositou em mim
Não vai desaparecer tão fácil assim
Minha mocinha de óculos e magrinha
Seja minha parceira, minha princesa e minha rainha

Helder Henrique do Nascimento Peres 17:51

sábado, 10 de novembro de 2012

Campeonato Regional de Londrina (10/11/2012)


(Em breve vídeo )

 (O Povo chegando na bat)


 (Um cara que não conheço)
 (O cara que tretou com o argentino, ao fundo)


 (Tá todo mundo querendo ver o emparceiramento)

 (Antecipação para o jogo)
 (Conferindo Resultados)


 (Jogadores de Alto Nível Jogando)
 (Cartas que eu nunca vi)

 (Olha o Pedro aí)
 (Ao fundo, o campeão mundial da categoria Junior)
 (Concentração na ala Master)
 (A vergonhosa Ana e seus Mewtwo Exs)




 (Oh God, why)

 (Sempre tem um cara que pensa demais)
 (Sabe aquele Londrinense fajuto, que só nasceu em Londrina)


 (a gente se diverte tanto que nem ve a hora passar)

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Feliz dia das bruxas


Feliz dia das bruxas
Arapongas, 31/10/2012 21:53

Feliz dias das bruxas
Para você que nunca brincou com um cãozinho de rua
Para você que nunca elogiou um poeta
Para você que anda pela cidade seminua

Feliz dia das bruxas
Para você que só pensa em caras com carros
Para você que nunca me deu um “oi”
Para você que se acha linda, mas nunca foi

Feliz dia das bruxas
Para você que acha vira-latas feios
Para você que sempre ri da minha cara
Para você que não tem inteligência e só pensa em seios

Feliz dia das bruxas
Para todas aquelas que faltam com a ética
Para todas que se chamam Jéssica
Até para você que é cética

Feliz dia das bruxas
Para você que nunca foi para igreja
Para você que muitos sempre beija
Para você nunca me ouve e sempre me deixa

Feliz dia das bruxas
Para você que não sai do bar
Para você que nunca tem nada de bom para falar
Para sua insanidade que você tenta disfarçar

Feliz dia das bruxas
Para você que nunca abraçou um ursinho
Que age sem sentimentos e sem carinho
Para você que sempre me deixa falando sozinho

Feliz dia das bruxas
Para mais uma tola araponguense
Que vai criticar sem refletir esse poema
Antes de dizer latrinas, por favor, pense

Helder Henrique do Nascimento Peres 22:05

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Fogo e Água Quente


Fogo e Água Quente

Arapongas, 10/10/2012 20:11

Deus Pai, todo poderoso, por favor me ajude a superar os desafios que são impostos
A minha pessoa que não está nada contente com a atual situação de minha alma desesperada
Não aguento mais ficar a mercê de boatos que espalham veneno insípido apostos
Sucumbindo em uma moral pervertida de uma aliança que está mal calejada e muito mais afiada

Não consigo mais ficar desesperado porque não tenho mais por onde trasbordar amargura
Não sei por que não tenho mais orgulho de dizer o porquê estou triste e sem esperança
Não tenho mais forças para atacar a ignorância de uma pessoa que a veste como armadura
Ainda suspiro e me pergunto porque não tem mais pessoas simplesmente de confiança

A amargura que penetra minha alma machucada pelas facadas constantes de uma moça vadia
Não é sarada por palavras mansas de uma donzela vibrante e amorosa, mas sim pela misericórdia
Misericórdia essa que não tem piedade nenhuma de todas as vezes que eu já sofri
Misericórdia de quem não tem problemas, de quem não tem amor no coração, apenas discórdia

Mas o veneno que fica nos lábios de pessoas que tem belo rosto, mas mau gosto
E que tem fel pulsando nas veias no lugar de sangue, cujas lágrimas são puro ácido e sulfato
Cuja boca não serve para beijar e sim para dizer fofocas e difamar mentiras
E os sentimentos são puramente de perversão, futilidade e amor ingrato

Os cabelos daquela menina são escuros como a sua alma medíocre e sem amor
Suas atitudes são levianas, peçonhentas e egoístas como uma megera sem valor
Suas mãos não sevem para acariciar, mas sim apontar defeitos profanos irrelevantes
Seu sorriso falso é o maior desgosto amargo que se pode obter de mulheres ignorantes

Mas eu sobrevivo cada dia e cada segundo nesta miserável condição
Porque não tenho nada para perder, se eu desistir agora
Por isso, Deus Pai todo poderoso, eu agradeço por mais um dia de vida e por tudo de bom e ruim
Que me aconteceu, desde cedo até a essa hora

Helder Henrique do Nascimento Peres 20:37



segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Você não pode ficar para sempre?


Você não pode ficar para sempre?

Arapongas, primeiro de outubro de 2012 21:25

Eu queria te pedir um imenso favor
Abraça-me, aperta-me, me deixe acariciar o seu rosto, com fervor
Não consigo mais pensar do o que devo fazer para conseguir
Traçar o meu destino e ao mesmo tempo vê-la sorrir

Por favor fique comigo para sempre
Seja minha amiga para sempre, minha princesa para todo dia, minha parceira
Me ajude a cozinhar, ao aluguel pagar, e fazer amor de noite embaixo de chuva
Quero apenas tê-la a vida inteira

Não consigo mais imaginar minha vida seu o seu perfume
Não posso mais parar de sentir sua pele
Não tenho porque pensar que você não venha mais
Apenas que o meu coração, sem ti, congele

Minha cônjuge que posso confiar
Que ajudará a edificar o meu lar
Que sempre me dirá para onde vai
Ajudando-me a me tornar um bom pai

Esse é o meu destino
Você ser minha menina e eu seu menino
Essa é a minha vocação
Sentir no peito essa forte emoção

Seja minha Elise, minha princesa
Caminharemos por águas tão levianas
Mas eu nunca te deixarei chorar
Enquanto passeamos por Soleana

Seus cabelos ruivos me jogam um novo feitiço
Seu olhar sincero que nunca pode chorar
Quero ser seu príncipe, mas sou apenas um ouriço
E minha vida é a aventura a acelerar

Mas em minhas lembranças
Você pode ficar para sempre...

Helder Henrique do Nascimento Peres



domingo, 23 de setembro de 2012

O Poeta Sem Poetisa


O Poeta Sem Poetisa

Arapongas, 23/09/2012 20:08

Eu não tenho mais motivos para sonhar acordado e viver amargurado
Não tenho como fazer as estrelas brilharem rumo ao meu caminho
Mas posso enxergar além da escuridão que envolve a inteligência de poucos
Por isso não tenho forças para viver mais sozinho

Eu quero poder segurar a sua mão de manhã, e só soltá-la á tarde
Quero poder confiar meus beijos a sua boca doce e pura
Quero poder confiar no seu rosto, deixar as marcas do nosso sentimento
Fazer de sua existência minha razão de viver e do seu sorriso minha armadura

Quero vê-la sorrir, quero poder beija-la, quero te abraçar, sentir seu calor
De você não quero desistir, desejo agarrá-la, quero te alimentar, sentir seu amor
Quero ir contigo onde queira ir, preciso saciá-la, quero contigo sonhar, lhe dar uma flor
Com você irei conseguir, tenho que namorá-la, quero te esposar, te seguir por onde for

Quero poder comprar um chocolate e dar em sua boca
Ver o seu queixo mastigar suavemente esse pedaço doce de cacau
Necessito perguntar como foi o seu dia e saber de suas tristezas e alegrias
E no começo da noite descarregar minha energia amorosa em seu corpo como um animal

Quero beijar sua mão, sentir o gosto da sua pele em meus lábios escorrendo para direita
Quero ver seus olhos fixos nos meus enquanto meu coração com seu suspiro se deleita
Passando a mão em seus cabelos sinto a maciez suave e a delicadeza de seu couro capilar
Sinto o cheiro de morango que vem de sua cabeça e peço com medo, se essa noite eu posso te amar

Eu preciso saber do que você precisa para ser feliz e o que você realmente quer
Nunca fiz isso que estamos prestes a fazer agora, por isso seja gentil comigo e seja minha dama
Quero ser seu parceiro pelas dificuldades e dores que virão e os prazerem que já acontecem
Quero estar de consciência limpa que você ira me amar mesmo depois de roubar meu ser na cama

Todas as quintas-feiras, quero colher uma rosa no jardim e coloca em sua orelha
Quero ver o seu rosto encher de alegria e sua bochecha ficar toda vermelha
Junto com você quero aprender a ser mais forte, e construir uma família saudável
Tenho todo o amor de que eu preciso, e tudo que tens que fazer é continuar sendo amável

Preciso aprender a preparar o arroz e cozinhar o feijão
Ajude-me a melhorar o que eu preciso para poder ser mais realizado e bem amado
Irei te incentivar e lhe auxiliar com tudo aquilo que o seu intenso coração de mulher desejar
Seja minha parceira e me ajude a seguir em frente enquanto sou seu eterno namorado

Quero poder fortalecer o seu caráter, e firmar uma casa onde podemos chamar de lar
Fazer com você minha amada primeira filhar e meu lendário filho
Quero te dar toda atenção que um poeta cuidadoso tem em suas rimas e estrofes
E fazer cozinhar junto contigo uma macarronada e um bolo de milho

Quero ser o seu amor para toda a vida e seu marido para todo o ano
Ser seu namorado para todo o mês, seu pretendente para toda a semana
Seu amante para todo dia e seu poeta para toda a hora
Quero que você retribua pelo menos 30% de todo o amor que lhe dou! E não reclama!

Tenho uma vida para traçar e um plano que não pode falhar
Tenho tudo o que uma moça amorosa e inteligente como você precisa
Mas não posso fazer nada do que foi escrito ou dito acima
Pois eu ainda não sou seu Poeta e não tenho nenhuma Poetisa....

Helder Henrique do Nascimento Peres 21:15

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Caroline


Caroline
Arapongas, 19/09/2012 20:52

O seu rosto que eu não posso beijar
Sua pele que eu não posso sentir
São uma doce tortura que eu tenho que suportar
Só com a recompensa de te ver sorrir

Eu te pergunto o porquê eu não tive a sorte
De seu parceiro, seu guia o seu norte
Queria tanto sentir o seu abraço e seu carinho
Dói muito sempre andar por aí sozinho

Eu sou grato por pequenas coisas que me deste
Seu sorriso, sua atenção e compreensão
Fico feliz por poder compartilhar congito
Todo meu carinho, minha dedicação e admiração

Sou apenas mais um perdedor
Que por você vive morrendo de amor
Mas que tem a santa consciência
Que querer é a mais pura indecência

Os seus olhos eu só posso admirar
E sua pele raramente posso tocar
Mas seu caráter eu sempre posso desfrutar
Daquela moça que sempre que nunca tive a chance de namorar

Se um dia você disponível estiver
Quero poder torna-la minha mulher
Para que em meus braços eu escute o seu coração
Mas por enquanto suas ações me dizem não

O seu rosto é aquele que não posso beijar
Sua pela é aquela que não posso sentir
Se um dia você de mim lembrar
Saiba que um não posso mais resistir

Todo o dia a sua rua eu tenho que atravessar
Só para ver que sua gata é uma onça negra com um guizo
Seu abraço é um item que eu não consigo ganhar
Só porque eu preciso...

Seu adocicado e manso jeito de falar
Deixa-me mais romântico que as estrelas e o luar
Seu cabelo tem um tom escuro e sublime
Seu nome é Caroline

Helder Henrique do Nascimento Peres 21:17

terça-feira, 18 de setembro de 2012

A Super Carol


A Super Carol
Arapongas, 18/09/2012 22:00
Como eu gostaria de poder ver o seu sorrido todo dia
E ouvir sua voz que é uma calmante e suave melodia
E poder conversar com você por bastante tempo, toda hora
Trocar ideias, saber o que você pensa e por onde vai embora!

Apesar de não poder estar sempre presente ao seu lado
Apesar de já ter alguém para o seu bem amado
Saiba que eu admiro a força da sua beleza interior
Que reflete em sua bondade e seu sorriso que expressa amor

Obrigado por ajudar a divulgar minhas poesias
Por sempre que estou ao seu lado, deixar eu jogar meu DS
Por sempre sorrir para mim e todas as pessoas que encontra
Obrigado também por—Ah, esquece....

Só porque você tem uma rua só sua
E que é a única que não é dorminhoca
Quem te dá o direito de criar uma onça em sua casa?
Onde é que ela dorme? Onde é a sua toca?

Agora que ela tem uma rua só dela ela manda ladrilhar
Com aquelas tais pedrinhas de brilhante, só para o namorado dela poder passar
Ela faz coceguentas nos outros, mas morre de risos se fizerem nela
Não fala muito comigo, mas sempre lê minhas poesias sem reclamar

Afinal, por que você é tão sorridente? E tão bonita? E tão boazinha?
Porque eu nunca tive uma pretendente de esposa igual á você?
Porque me trancou para fora aquele dia? Porque é sempre linda?
Tantas perguntas que quero saber de seu ser, e eu ainda não sei o porquê

Obrigado por sorrir para todas as pessoas e me considerar uma pessoa!
Não sou seu dono, mas sempre me esforçarei para merecer esse seu sorriso!
Te admiro, mesmo sabendo que é só isso que posso fazer, pois não tenho carro
Só peço-te que nunca deixe de sorrir, pois é disso que eu preciso...

Helder Henrique do Nascimento Peres 22:22




domingo, 9 de setembro de 2012

Para Ana


Segunda-Feira


Bonito



Grego


Cubano



Não se esqueça de Fazer a Tarefa!


Joe the Nerd


Moça Qualquer


Casal Malandro


Casal Ingênuo


Casal deitando em um jardim


sábado, 11 de agosto de 2012

Compartilhando Carinho


Compartilhando Carinho
Arapongas, 11 de agosto de 2012 17:19

Eu apenas estava tentando não notar que você tinha se interessado em mim
Mas não deu para deixar de perceber que você olha tudo o que faço e presta atenção
Não quero me gabar, mas infelizmente não tem jeito, tem que ser assim
Sei que você me quer, e por isso, deixo você experimentar o meu coração

Não quero abusar de você e nem me aproveitar
Mas se você quer um pouco de carinho, com certeza eu vou te dar
Não penso em coisas impuras, muito pelo contrário quero só o teu abraço
Não quero ser frio e rude, mas também não quero criar um laço

Posso te abraçar, posso te agarrar e até em sua boca encostar
Mas é porque você é boazinha e tem uma pele quente
Por que sei que você sente o que toda mulher amorosa sente
Por isso estou aqui para te amar e não te enganar

Não me sinto a vontade namorando uma moça como você
Não sei por que, acho que deve ser só por falta de atração
Mas tudo bem não se desanime com isso e lute pelo seu porquê
Não quero te rejeitar só que também não posso lhe dar minha mão

Estarei aqui por enquanto você quiser me abraçar
Minha boca está sedenta de algo macio para beijar
Se te aperto para próximo do meu peito é por que preciso muito descarregar
Toda essa energia amorosa que ninguém quer roubar

Não revelarei o seu nome, mas você sabe quem você é
Esteja comigo hoje diga que não me quer mais agarrar
De qualquer jeito não adianta criar muita fé
Se eu te quisesse eu já teria dito, mas também não precisa radicalizar

Helder Henrique do Nascimento Peres 17:31