quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Declaração de Amor contra o Seu Ódio

Declaração de Amor contra o Seu Ódio

Arapongas, 18 de Novembro de 2014, 11:38


Você que me encantou com seus olhos caçados
Seu sorriso sem graça, e seu jeito de moça meiga
Seus belos cabelos negros e seus lábios vermelhos escarlate
Que roubou minha atenção ao pedir um pequeno favor

Você que se mostrou uma moça confiável
Que pareceu gostar do meu jeito de falar
Você que queria me roubar de todo e qualquer jeito
E que não saia do meu coração e nem do meu pensamento

Depois de se declarar o seu amor por mim
E quando finalmente poderíamos andar de mão dada e assistir shojos juntos
E finalmente quando nosso lábios poderiam se tocar sem culpa ou remorcio
Quando poderíamos andar de mãos dadas por entre as tardes de sábado

Você declarou seu ódio para mim
Me deu esperança, e amor
E por egoismo, me lançou no desespero e na dor
Você, sua baixinha, destruiu o mundo de um perdedor

Espero que esteja feliz agora
Espero que esteja se esbaldando com seu namorado
Pois aqui, eu vou ficar te amando
Mesmo que seja em uma lembrança do passado

Estarei aqui cultivando o ódio que você me entregou
Vou guardá-lo para avisar a todos os amantes do por-do-sol
Avisarei aqueles que querem carregar suas amadas no colo
Não se apaixonem por uma garota chamada Carol.

Helder Henrique do Nascimento Peres 11:53