sábado, 27 de setembro de 2014

O sequestro da Nova Princesa

Roteiro do Jogo: O sequestro da Nova Princesa

Era um dia comum no Castelo do Planalto. Tudo seguindo a rotina, os empregados fazendo seus deveres, a princesa e o rei ao alto, sorrindo a todos e os passarinhos cantando ao redor. Tudo em perfeita harmonia com a nature—UM RAIO MORTAL ATINGE O REINO!
De repente uma grande nave alienígena lança raios mortíferos e destrói boa parte do castelo.
O ataque devasta plantações, mata uns camponeses figurantes fere gravemente a princesa do reino, matando-a.
Em meio ao caos, o comandante alienígena diz: “Quero rendição imediata do seu reino e todas suas riquezas, darei dois dias para se renderem e levarei a princesa para que não tentem nada engraçado. ” Mas o rei diz: “Mas ela já está morta!!” .  “Bem, neste caso, vamos sequestrar a faxineira do reino! Estamos esperando na colina da redenção divina. Apareçam ao meio dia, ou a faxineira morrerá também! ”.
Em meio ao desespero, o rei não sabe o que fazer. Camponeses correndo por suas vidas, empregados correndo por suas vidas e até os bravos e valentes cavaleiros do reino correndo por suas vidas quando deveriam proteger o reino. Covardes!!!
Mas, no meio da loucura o sábio rei avista um valente guerreiro. Um jovem que não está correndo por sua vida porque está escondido atrás de um balde e segurando um esfregão como arma.  O rei aponta ao jovem guerreiro e diz: “Confio o destino do reino e a vida da minha filha, que já morreu a você jovem valente!”
Morrendo de medo, e percebendo que é o único capaz de regatar a faxineira. Nosso herói embarcará em uma aventura perigosa, combatendo os capangas alienígenas que o impedem de ir até a Colina da Redenção Divina (sendo que o próprio comandante alienígena o mandou ir lá) para salvar a princesa (que já morreu), salvar o reino (que está todo destruído) e resgatar a faxineira. Embarque conosco na aventura de: O Resgate da Nova Princesa.
(Press Start)
Com medo de enfrentar os alienígenas, o herói pergunta ao rei: “Mas senhor, eu sou só um faxineiro e as vezes cocheiro. Como poderei enfrentar seres que cospem fogo dentro de carruagens metálicas voadoras?”.  O rei diz: “Use seu esfregão e apague o fogo deles com uma bela vassourada”.
Então o herói se enche de coragem,  e enfrenta os alienígenas.  Suas armas são o esfregão e um balde de água. Ao bater com o esfregão molhado nos capangas alienígenas ele percebe que eles são fracos a água. Porque eles são de outro planeta e a água do nosso planeta é toxica a ele. 
Ao ter sua primeira vitória, logo na primeira faze: “Castelos Destruído Hilss, Ato 1” ele se sente confiante.

O caminho para a Colina da Rendição Divina é longo e demorado. Tem que passar por uma estrada de terra sem asfalto, pois o rei é mão de vaca e não se preocupou em pavimentar as rodovias. Mas, a vantagem disso é que próximo a estrada de chão batido existe um rio que convenentemente segue ao logo do caminho até a Colina da Rendição Divina.
A cada faze, ele tem que encher seu balde e medir com precisão a quantidade de água necessária para derrotar cada capanga alienígena. Desde aqueles pequenos que se mata em um golpe só, como os chefões que precisa encher o balde completamente para poder derrotar.
Embora seja difícil vencer vários alienígenas com um esfregão velho , ele se pergunta: “Será que conseguirei vencer o mestre deles com apenas esse esfregão de madeira, que já está começando a se rachar depois de tantas pancadas?”. Logo na faze 4, quando falta apenas mais duas para chegar no chefão final,  ele se depara com um dilema.  Poderá um esfregão velho resistir até o fim da batalha? E se o balde furar no decorrer do caminho? Até agora deu tudo certo, mas as coisas tendem a ficar mais difíceis.  Os produtores desse jogo não colocaram uma lojinha conveniente posicionada perto do rio, onde poderia comprar materiais de limpeza novos?
Sentando a beira do rio, pensando em desistir de sua jornada um cavalo velho traz para ele um rodinho e uma vassoura metálica. Com essas novas armas ele  sabe que poderá zerar o jogo, digo, resgatar a princesa. Ah, princesa morreu no começo do jogo, é a faxineira.
Depois de zerar mais duas fazes, ele encontra o líder da armada alienígena que exige que o reino se renda e de suas riquezas.  
E coforme ordenado, ele pega seu esfregão velho encharcado de água e joga na nave alienígena! Com toda a sua força e... Nada acontece porque a nave é blindada contra água. É...
Então o comandante alienígena exige as riquezas do reino, e o nosso herói oferece a vassoura e o rodinho metálico.
Impressionado com a beleza de ambos, o comandante recebe a oferta e parte embora, devolvendo a faxineira. Agora, com a faxineira em mãos, nosso herói volta para o reino nenhuma festa é dada a ele. Pois estão todos correndo por suas vidas, com medo de alienígenas que já foram derrotados e nem estão mais ali. Na verdade os alienígenas foram embora satisfeitos,mas enfim. A faxineira da um beijo no herói e ele volta a limpar o reino que está um bagunça depois do ataque.

FIM. Game Over.