sexta-feira, 12 de abril de 2013

Au, au, au! (Para Lassy)


Au, au, au! (Para Lassy)
Arapongas, 25/03/2011

Ela não gosta de ser pega no colo, que orgulhosa
Mas logo depois ela volta toda manhosa
Deita no chão e vira as patas para cima
Oh meu Deus, como essa cadelinha me anima!

Ela é muito fofinha e morena
Caminhá-la vale tudo não só a pena
Apesar do contrario ela é minha dona
Pois é uma cadelinha que não me abandona

Posso parecer um bobo escrevendo
Para uma criatura que não pode ler
Mas quem não gosta de um cachorrinho
Acho que não existe ou tá para nascer

Sem avisar eles vem e “au, au, au”
Com seus olhares nos tiram o mal
O mal de viver em um mundo sombrio
Muito obrigado Deus, por nosso amigo canino

Com certeza é minha melhor amiga
Lassy, minha “au au” , canina menina
Por mais que eu procure palavras para te descrever
E melhor deixar pra lá, e vamos brincar de correr
Nossas cachorrinhas são melhores do que gatinhas
Sejam elas gatinhas quadrúpedes ou bípedes
Pois elas vão embora e nos deixam sozinhos
Mas as cadelinhas são espertas, nos fazem carinho balançando seus rabinhos!

Helder Henrique do N. Peres