terça-feira, 9 de abril de 2013

Rosas Para Uma Moça Cheia de Espinhos


Rosas Para Uma Moça Cheia de Espinhos

Arapongas, 09 de Abril de 2013 21:47

Dou-lhe a minha atenção e o meu olhar
Que vale mais do que qualquer jóia preciosa em qualquer vitrine
Meu olhar, que é sincero mostrando todo meu sentimento pra ti
Meus olhos que refletem os seus olhos, a cor de sua pele e a marca de seu biquíni

Dou-lhe meu tempo e meu pensamento que se multiplica várias vezes
Destinados somente para ti e o seu ser, toda a hora eu penso sua pessoa
Sem perceber desejo a sua pele, desejo sua mão, desejo seu sorriso
Vivo me esforçando, mesmo que tu não vejas e pense que sou um cara a toa

Sou o um poeta romântico que não tem dinheiro
Mas sou de Londrina, um bravo brasileiro
Que quer te ver feliz, todo o dia, todo o minuto, todo o segundo
Que mesmo sendo desempregado é o homem mais rico deste mundo

Não tenho muito dinheiro, e só ando de bicicleta
Só tenho meus sentimentos, minhas atitudes e meus versos de poeta
Não sou o mais culto de todos, mas tenho meus valores imateriais
Sou aquele que quando está ao seu lado, nunca te abandona jamais

E quando vejo uma rosa vermelha penso em lhe entregar
Mas você irá me rejeitar como já fez várias e várias vezes
Não tenho nada para fazer a não desejar que eu te odeie
Que todo o meu amor por ti, vire cinzas e se transforme em ódio
Um ódio que é ministrado na forma de amor, me sacrificando por ti
Dando-lhe meu amor, só para você me rejeitar com um sorriso e educação
Para que você me ache meloso e chato, um vagabundo desempregado
Mas, eu ainda quero deitar contigo em uma cama de rosas, rosas vermelha de paixão
Embora mereças as rosas amarelas de amizade, ou as rosas cor de rosas de carinho
Entrego-te as rosas vermelhas e junto com elas minha alma e coração
Por que se vejo que estás apertada, lhe dou alívio to jeito que eu puder
Se vejo que estás triste ou com dor de cabeça eu fico preocupado
Mas, não que isso lhe importa porque sou apenas o seu amigo
Nunca sairei da FriendZone, porque sou o homem das rosas e você
A garota dos espinhos

Helder Henrique do Nascimento Peres 22:18