quinta-feira, 15 de março de 2012

Chuva Abençoada Versus Chuva Amaldiçoada! Em Setembro Chove!

Chuva Abençoada Versus Chuva Amaldiçoada! Em Setembro Chove!

Arapongas, 15/03/2012 22:59

E na semana passada trabalhei muito, para receber relativamente pouco
Só que finalmente chega o meu pagamento sagrado
Só que na hora de ir receber ocorre uma chuva nada bem vinda
Que estraga o meu cabelo e molha a sola do meu sapato

Eu não tenho carro, e consecutivamente não tenho namorada
Por isso sou obrigado á ir a pé
Irei pedalando, na esperança que a chuva não caia
Só que sou homem fraco e acho que também de pouca fé

Ao passar na sorveteria começa a chover e bem forte
Só que eu me escondo debaixo da sacada, cara que sorte!
Mas a chuva é danada e demora a passar!
Eu preciso logo seguir o meu rumo!Tenho que ir para o Norte!

E quando a chuva resolver acalmar
Tenho que ir passar do outro lado!
Só que quando chego ao asfalto
Ela resolver partir para outro assalto!

E novamente tenho que voltar!
E essa bendita tenho que esperar!
E quando minha paciência se esgota como uma gota
Saio em direção á chuva que cai sobre minha cabeça marota

Pingos de chuva caem em minha cabeça...
Que nem naquela música daquele filme de super herói
Tenho que correr, tempo não posso perder já que tenho dinheiro a receber!
Por isso a chuva só me molha e não me corrói!

E ao pegar o pagamento, tudo fica cem por cento!
Antes de ir para casa, passo em um banca central
E embora volte a chover...
Tenho uma conversa (como sempre) legal!

E não sou só eu que fiquei triste com a chuva
Algumas pessoas também ficaram, por que alguém importante morreu
Passou cortejo com corpo de bombeiros, funerária e tudo!
Só não sei quem faleceu, se morreu por bem ou mereceu!

E eis que para o  dono da banca a chuva era abençoada!
Mas e se uma enchente acontecesse e levasse o seu carro?
Obviamente, o que ele acharia?
Ele me respondeu “Aí ela é amaldiçoada”, e então eu tirei um sarro!

Helder Henrique do Nascimento Peres 23:12