sábado, 8 de outubro de 2011

O Limite da Imaginação

O Limite da Imaginação
Arapongas, 08/10/2011 22:24
Eu queria estar ao seu lado só por uma hora durante o dia
Para desfrutar da sua pele, do seu sorriso e do seu carinho
Sentir a maciez do seu rosto, a doçura dos seus lábios o calor de magia
Beijar suas mãos, seu braço, pescoço, ombro e radiá-lo um pouquinho

Queria tanto abraçar você apertada ao meu corpo
Dizer que te amo, em seu ouvido
Recuperar todo o tempo de amar perdido
Reaver o sentimento que do meu coração havia sumido

Queria te propor um sentimento sincero
Um relacionamento de amor e compreensão
Uma coisa pura como um casamento
Por que esconder meu amor por ti, já não agüento

Eu não quero mais esperar pelo amanhã
Quero logo te agarrar te apertar e tirar o seu sutiã
Beijar a sua pele, me fartar com seu corpo, enquanto você assiste
Eu sugando todo o seu biquinho, e mostrando que amor com sentimento existe

Não quero perverter esse momento
Por que depois de nosso casamento
Haverá um fruto de nosso amor concretizado
Que simbolizará todas as conquistas realizadas de um passado

E se conseguirmos vencer, todo esse sofrer
Nossos filhos serão os mais amados dessa nação
E se tiver mais paixão, e se você não me disser não
Tudo que virá na madrugada, se desdobra daquela sugada

Mas para isso acontecer e o arder de suas pernas acontecer
Eu apenas quero que venha comigo, e me prometa lealdade
Por que quero construir uma família ao seu lado
Ser seu melhor amigo, único esposo e eterno namorado

Mas por que existas em me visitar, e queres no vazio continuar
Pois eu estou aqui, eu existo nesta terra só para amar
E se você quiser, do meu sentimento se aproximar
Saiba que com ele, vem o comprimento, do ato de se casar



Helder Henrique do Nascimento Peres 23:01