domingo, 18 de dezembro de 2011

(Vídeo Poesia) O Sonysta


O Sonysta
2/5/2011

Quem nunca se encantou com o aparelho
Que se camuflava fácil entre o televisor e o vídeo cassete
Aquela caixinha mágica de aventuras e desafios
Que brilhava mais do que minha pobre mobilete

Mas quem liga para essa simples comparação
O que importa é o que vem de coração
Então pare de perder tempo, ligue logo a televisão
Insira o CD negro para começar a diversão!!!

Com um controle que treme, não tem pra ninguém
Agora que tenho MEMORY CARD eu vou ir mais além
Jogue com um amigo, ou se quiser sozinho
Com um adaptador MULTIPAD, já tem mais caras a caminho!!

Sua tela negra de inicialização com o logo em cores primarias
Fazendo um contraste com o controle que eram em secundarias
Cansado da simples, escala de cinza de monocrômica
Seja o que for, tem controle de toda a cor!

Mas como nada do universo é estático
A aventura muda de lugar, só pra você
Ainda somos monocromáticos
Mas as aventuras agora são em DVD!!

E mais uma vez, deite e role com a emoção
Quatro vezes mais para você, tem resolução
E para que você não se acostume errado
Não mudaram o lugar nem do xis nem do quadrado!

Não era suficiente a televisão
Agora você pode jogar com uma câmera a parte
Mais, em cores, sem dever e mais fino ele se torna
Consoles azuis, vermelhos, e agora é arte!

Mas como eu disse antes, não, não posso parar
Pois a tecnologia, mais para frente tem que continuar
Quem diria, para qualquer lugar posso te levar
E jogos clássicos e modernos ainda podem jogar!!!

Já que agora que ele é portátil o que mais falta
Já estou sem palavras, para expressar nessa pauta
Pois nem CD negro, nem DVD roxo nem dourado
Agora é UMD, que já vem pronto e compactado!

Mas como sempre nada pode parar
Agora é o Raio Azul, que veio para brilhar
Diga-se que eu posso ter pirado de vez
Pois agora o desafio está na faze três!!!

Helder Henrique do Nascimento Peres