domingo, 4 de dezembro de 2011

Poeta diz: O político corrupto que não consegue jogar Mario-- parte 2


Poeta diz: O político corrupto que não consegue jogar Mario-- parte 2
No outro dia:
Helder: Bruno, e ai, vamos lutar pelo bem da nação?
Bruno: Mas quê? Que bem da nação o que, eu não sou patriota!
Helder: Mas ontem você não falou que iria me ajudar a lutar pelos nossos direitos, á nosso direito de ter impostos justos?
Bruno: Eu não sei o que falar...
Helder: Não sabe o que falar? Que tal “Helder, eu acho que vou te ajudar a chutar uns traseiros de uns políticos corruptos”?
Bruno: Políticos corruptos?
(pessoas olham de modo estranho)
Bruno: Cara, eu lembrei, e como eu disse antes não se menciona a expressão políticos corruptos nessa área da cidade, eles são os senhores secretos de uma organização super secreta que—
Helder: Você já disse isso antes, cara. Agora vamos!
Bruno: Sim, vamos. Vamos salvar o país e— Como faremos isso?
Helder: Simples, vamos fazer nossa parte. Só nós irmos aos representantes políticos que elegemos na eleição passada e exigir deles impostos mais justos.
Bruno: Ah sim, e o político do qual eu votei na eleição passada vai magicamente dizer “Sim, farei o possível” e daqui um mês tudo será resolvido.
Helder: Isso seria o ideal, né? Mas, para começar... Quem foi o político que você elegeu na eleição passada.
Bruno: O meu tio.
Helder: Aquele que tentou lutar pelo país e se mudou dele?
Bruno: É esse mesmo...
Helder: Então agora não vai dar para reclamar com ele.
Bruno: Então podemos voltar para casa e gastar nosso tempo livre em frente da televisão?
Helder: Não, podemos cobrar os políticos que foram eleitos. Mesmo que não tenhamos votados nele...
Bruno: E qual foi o político que você votou?
Helder: Eu não tinha idade para votar na eleição passada.
Bruno: Ah, e quer lutar pelo país, né? Sem nem ter votado... Que vergonha. Vamos desistir disso agora e vamos jogar ou falar (de preferência falar) sobre futebol.
Helder: Não podemos, temos que lutar por impostos mais jutos.
Bruno: Se o Elenco dos Sonhos não fosse um vídeo game tão lendário eu já teria desistido dessa roubada.
Helder: Eu sei.
Bruno: Onde já se viu, eu perder o meu tempo livre indo atrás de melhorias para a nação. Onde já se viu, eu sair do conforto da minha casa, do meu futebolzinho –
Helder: Você não joga futebol.
Bruno: Que seja. Ma agora que você me obrigou a ajudar, aff, o “país” me deu vontade de—
Helder: Você já disse isso antes cara, dá vontade de ver novela, jogar futebol e ir ao boteco.
Bruno: É... Bem melhor do que pedir á um político para ele parar de roubar um pouco, só um pouquinho e fazer alguma coisa útil para a população para variar. É mais fácil ele sugar a nossa alma e nosso dinheiro em vez de ajudar. Ouvi dizer que um político da região consegue sugar as almas dos eleitores que votaram nele.
Helder: Igual á aquele cara, daquele jogo de luta excessivamente violento que contém fatalidades e tudo mais?
Bruno: É, só que o politoco usa lembrancinhas para roubar a alma dos eleitores.
Helder: Ah...
Bruno: Mas sério mesmo Helder. Você vai chegar lá na prefeitura e pedir o que exatamente para o prefeito ou qualquer outro político corrup—
(pessoas olham e encaram)
Bruno: Quero dizer político honesto, político honesto, ninguém aqui duvida da honestidade de nossos políticos! Vejam só nossa cidade, tão esburacada, suja, descuidada, sem serviço de coleta de lixo e reciclagem. Uma maravilha, não poderia estar melhor, He He.
Helder: Você sabe que esse medo e falta de ação pode acabar.
Bruno: Cara, eu não quero acabar como o meu tio e todos que desafiaram os políticos da região.
Helder: Mas isso tem que acabar, não podemos viver nessa miséria disfarçada e fingir que está tudo bem. Não podemos ver esses safados indo aos programas de televisão e fazendo discursos que está tudo bem. Quando não está...
Bruno: É claro que está tudo bem, na região onde eles moram está tudo bem. Tudo asfaltado, limpo com coleta de lixo. Só onde a gente mora é que não.
Helder: E por que ninguém foi reclamar na outra emissora de televisão?
Bruno: Por que os políticos corruptos a roubaram. Só sobrou a “Corrupatares TV”.
Helder: E por que ninguém reclamou sobre isso?
Bruno: Eles roubaram as pessoas também.
Helder: E por que ninguém denunciou isso para policia?
Bruno: Por que os políticos roubaram as provas. E provavelmente roubaram a policia também.
Helder: Puxa, eles são corruptos mesmo!
Bruno: É eles gostam de levar uma corrompida.
Helder: Bem, chegamos. A prefeitura. Vamos entrar, e educadamente exigir os nossos direitos. Se não funcionar e eles quiserem enforcar a gente em praça pública, vamos botar para quebrar.
Bruno: E como faremos isso?
Helder: Usando nossa força de vontade e tudo o que aprendemos jogando jogos eletrônicos.
Bruno: Se isso não der certo, espero ter alguns continue extra.

Fim da Parte 2