domingo, 10 de julho de 2011

Devagar, suave, quente e feroz ao mesmo tempo! -- parte 3 (A próxima etapa!)

Devagar, suave, quente e feroz ao mesmo tempo! -- parte 3 (A próxima etapa!)
Londrina três de março de 2011 9h15m

E mesmo no ato de me dizer
Que era ali que ela ia descer
Ela não descolou seus lábios dos meus
E ainda disse mais coisas balançando sua língua contra a minha

“é aqui que vou sair do ônibus”
“gostaria muito que você viesse comigo”
“Não como amante nem como amigo”
“simplesmente por que tenho medo do perigo”

Apesar de sua vida, não ter muitas coincidências
Ele aceita simplesmente por ser
Sua parada de desembarque, a próxima cidade vizinha
Então, o que ele tinha a perder?

Ambos saem do ônibus juntos, de mãos dadas
Parecendo duas pessoas enamoradas
Mas, no entanto e, todavia
Ela parecia feliz como se fosse de verdade, quem diria?

Ela o chama de bem, e ajuda ele pegar
As malas, a sacola e a revista do mês
E com um descansar de leve em seu ombro
Ela sussurra vamos para casa de uma vez

E anos depois, como em uma novela
Ou em algo muito melhor
Os dois se casam e formam uma família
E viveram até felizes até, depois de... Ah, você sabe de cor

Mas até esse final, quem sabe feliz
Ouve muita coisa, e muito chão pela frente
Se quiser saber como ocorreu o resto
Compre o livro, leia a poesia e fique com a gente!

Arapongas, 5 de março de 2011 15:09


Helder Henrique do Nascimento Peres!