sábado, 9 de julho de 2011

Mais uma vez (Ele e ela)



Mais uma vez ele e ela!
Curitiba 27 de janeiro de 2011



Ele já sofreu muito nessa vida
Suas decepções amorosas
Já foram das mais cruéis
Como ele pode conhecer moças maldosas

Ela não teve muita sorte
Um namorado a traiu
O outro  a magoava muito
Todo o amor que ela tinha por ele sumiu

Ele estava muito mais do que ferido
Seu coração não só uma havia partido
Ambas do jeito mais frio possível
Chamando de o melhor namorado do mundo, melhor até demais.

O que ele não daria para uma moça amorosa?
O que ele não faria por uma menina carinhosa?
Será que uma moça assim existe de verdade?
Se existir, só dessa maneira haverá compatibilidade.

Ela é uma moça romântica de coração
Tanto que seus hormônios estão à flor da pele
Uma moça tão meiga assim
Não merecia passar por tanta coisa ruim


Ele tem 19 e ainda sem namorada
Ela apenas 16, mas não pode demorar.
Cada um tem que procurar a sua maneira
Sem demorar a vida inteira

Se ele é um bom namorado
E ela uma moça romântica
Por que não estão junto então?
Por que demorar um montão?

A resposta é simples e concreta
Ela está de um lado do rio
E ele do outro, demora para atravessar.
E cada um tem suas coisas para cuidar

É preciso arrumar um amor de verdade
Mas também encarar a realidade
Quando a gente der um jeito em nossa vida
Não vamos deixar para trás a esperança perdida

Helder Henrique do Nascimento Peres

PS: Inspirada na frase “Porque pessoas legais moram longe?”.